26 de junho de 2018

Hipnoterapia: Hipnose como Terapia


Primeiramente o que é Hipnose?

Segundo a definição dada pela Associação Americana de Psicologia (APA) é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma capacidade de resposta à sugestão.
É um estado mental ou um tipo de comportamento usualmente induzidos por um procedimento indução hipnótica, o qual é geralmente composto por uma série de instruções preliminares e sugestões efetuados pelo Hipnoterapeuta. O uso da hipnose com propósitos terapêuticos é conhecido como Hipnoterapia.
O termo hipnose deriva do grego Hipnos = sono e do latim Osis = ação ou processo e foi nomeado pelo médico e pesquisador britânico Jaimes Braide (1795-1860), que o introduziu como terapia e acreditou tratar-se de uma espécie de "sono" induzido.
Hipnos também é o nome do deus mitológico grego do sono. Quando a hipnose foi reconhecida como estado alterado de consciência e não um sono simples, o termo já estava consagrado e permaneceu nos usos científico e popular.
Contudo, deve ficar claro que hipnose não é uma espécie ou forma de sono. Os dois estados são claramente distintos e a tecnologia moderna comprovou de inúmeras formas, inclusive pelas pesquisas eletroencefalográficos, que mostraram ondas cerebrais de formas, frequências e padrões distintos para cada caso. O estado hipnótico é também chamado transe hipnótico.

HIPNOTERAPIA

Muitos se beneficiam da hipnose, no caso a Hipnoterapia, para resolver questões emocionais como ansiedade, depressão e fobias ou de doenças psicossomáticas, que são os problemas orgânicos de origem psíquica, alcançando ótimos resultados. Pode e deve ser usada também contra vícios, hábitos prejudiciais entre outras questões tão importantes quanto.
Hipnotizadas conseguem, com o auxílio da psicoterapia, externar, colocar para fora, os sentimentos mais profundos e dolorosos, promovendo assim uma limpeza interior.

Isso é possível, porque a pessoa está com a atenção altamente focada naquilo que está tentando resolver, a sua queixa trazida para ser elaborada, dentro de si.


Mentalmente, consegue visualizar a situação que a incomodam, em um estado de "sonho real", esse processo de tratamento acaba por ajudar a pessoa a mudar padrões de pensamento e comportamento.


Mas isso não ocorre de um momento para outro, depende de cada caso. Se o paciente busca uma solução para um medo específico, pode ser que em apenas uma sessão consiga superar o fato, mas se for algo mais enraizado, vai depender do grau de evolução ao longo do tratamento.


Qualquer pessoa pode ser hipnotizada, incluindo crianças, desde que tenham a capacidade de direcionar sua mente para um foco específico.


Esta terapia pode ser aplicada em casos que se queira, por exemplo, melhorar a capacidade de concentração e memória para avançar nos estudos ou mesmo na carreira profissional e em vestibulares e concursos, para isso montei um sistema de terapia especial.


A Hipnoterapia consiste, em resumo, uma utilização terapêutica da hipnose concomitante a Análise, ferramentas importantes para elaborar a questão que aflige o paciente.


Fique à vontade para contatar-me e esclarecer todas as dúvidas.