21 de fevereiro de 2019

Desintoxicação Sentimental

Quando há o rompimento da relação de um casal é importante haver também uma desintoxicação sentimental, uma limpeza interior. Deixar para o tempo curar, até ajuda, mas não cura tudo e não é algo totalmente saudável.

Nesses tempos modernos, onde o amor é algo que dura para vida toda, é comum acumular relacionamentos, lembranças, alegrias e decepções, pertences da vida amorosa que se acumulam como uma mala que cada vez fica mais pesada.

As vezes deve-se aliviar essa bagagem principalmente no rompimento de relações afetivas, amorosas, para a vida como um todo andar com mais tranquilidade. Esquecer traços de relacionamentos nos armários da vida sentimental, onde muitas experiências estão, que ficam, e teimam em sair. Cedo ou tarde terá a tarefa de limpar isso tudo, é importante realizar isso depois de um tempo.

Essa atitude não se resume apenas em dispensar ou jogar no lixo objetos que lembram a relação rompida, mas também ressignificar sentimentos sobre a antiga relação. Eliminar o que não precisamos mais é importante, tanto objetos como sentimentos.

Deixar o caminho limpo para um novo relacionamento. Esvaziar o pote completamente para enchê-lo com outas experiencias e sentimentos.

Limpar o caminho para um novo relacionamento, deixar o caminho aberto, esvaziar a mala que enchemos ao longo da vida e esta mala fica pesada e incomoda. Este fardo emocional é algo importante que devemos levar em conta antes de iniciar um novo relacionamento, é importante um tempo para reflexão e ressignificar as emoções.

Deve-se livrar dos fardos antigos, emoções antigas, relacionadas ao antigo relacionamento, isso ajuda muito a superar a ruptura e se sentir mais feliz. Experiencias, memórias e experiências com o antigo parceiro podem influenciar bastante o comportamento no relacionamento atual.

A autoflagelação é a principal atitude quando se reflete sobre a relação anterior sem as devidas ressignificações, ou seja, a convicção que se vai cometer os mesmos erros na nova relação, é comum e equivocada, não se deve tentar prever o futuro depois um relacionamento fracassado, pois não significa que se vá cometer os mesmos erros no relacionamento futuro.

A ruptura de uma relação amorosa causa dor e sofrimento, mas não se deve tentar bloquear essas emoções, vive-las é saudável e é como um luto.

A Mulher Sofre Mais


Sim, sofrem mais, mas recuperam mais rápido. Após uma intervalo adequado, o primeiro passo para iniciar a limpeza do armário emocional é a aceitação, a superação do rompimento da relação passa pelo entendimento desse término, é como descobrir onde a bagunça está realmente no armário para que se possa concentrar em colocar tudo em seu lugar.

Após um intervalo pode partir para o primeiro passo da limpeza do armário emocional que é a aceitação, há estudos comprovando que as pessoas que passaram o fracasso de uma relação precisam entender claramente que a relação acabou, é como descobrir on de a bagunça realmente está no armário emocional e assim se concentrar em colocar tudo no seu devido lugar.

O passo seguinte é cuidar de si mesmo, antes de se iniciar outro relacionamento é importante se recompor e sair do sentimento de abandono, mas deve haver muita paciência nessa fase, permitir-se adaptar à nova vida e encontrar seu bem-estar superando a dor causada pelo rompimento da antiga relação.

Estudos sobre o comportamento relatam que em média uma pessoa para superar uma ruptura leva em média de seis meses a dois anos, isto varia muito para cada pessoa e sua resiliência e também de acordo com o sexo. As mulheres sofrem maior impacto emocional e físico após o rompimento, mas também recuperam antes dos homens. E os homens, apesar de não sofrerem muito depois do intervalo, geralmente começam a refletir sobre o relacionamento antigo sobre o atual.

A limpeza emocional é semelhante ao adicto (viciado em substâncias tóxicas) que passa pelo período de abstinência, nesse período é importante não buscar contato com o ex-parceiro, também não rever fotos ou objetos que que relembrem a relação e isto também deve ser efetuado nas redes sociais, evitar de contatar ou espionar através das redes sociais, o melhor é eliminar qualquer contato por pelo menos um tempo.

É comum haver um impulso de contatar o ex-parceiro mas é saudável reconhecer e evitar isso para não se alimentar o vício, aprofundando ainda mais a dor emocional durante a recuperação.

Um estudo publicado pela Revista Britânica Cyberpsycology, Behavior and Social Netwoerking relata que as pessoas que continuaram amigas de seus ex-parceiros tiveram taxas menores de crescimento pessoal.

Então a limpeza emocional e a ressignificação de atitudes na vida pós separação é muito importante para o crescimento pessoal e ter assim uma vida emocional equilibrada e mais feliz.