13 de fevereiro de 2019

Hipnose!


Quando falamos em hipnose logo nos vem a mente uma pessoa, o hipnotista, segurando um pêndulo e dizendo: “olhe para o pêndulo à sua frente. Relaxe, você está ficando com sono, muito sono... pálpebras pesadas, não consegue ficar com os olhos abertos, está com sono, muito sono...” Isto é o que imaginamos como um “roteiro” infalível para se hipnotizar alguém, mas a Hipnose é muito mais que apenas isso.
Mas ainda há certo preconceito relacionado à Hipnose, pois as pessoas ainda associam essa técnica a Shows de mágica onde a plateia é induzida a fazer o que não quer, como comer cebola achando que é uma maçã ou cacarejar como um galo e em seguida não se lembrar nada disso, mas a Hipnose é muito mais que isso e sua aplicação vai muito além de entretenimento.
Durante a hipnose, a pessoa é colocada em Transe Hipnótico, que é um estado alterado de inconsciência, durante vários momentos do dia estamos em transe, quando dirigimos até um determinado local e quando chegamos lá não nos lembramos do caminho que fizemos ou quando você ouve um CD e só percebe que acabou de tocar quando há um silêncio vários minutos depois e quando você está lendo, por exemplo, lendo este artigo você não percebe os ruídos a sua volta, então você está em transe nesse momento.

Hipnose Antiga e a Moderna

Nos modelos antigos de Hipnose havia uma relação de dominação entre hipnotizador e hipnotizado, o Terapeuta tinha “poder” sobre o paciente e dava “ordens” relativas a como ele devia se comportar.
Na Hipnose Moderna, chamada de Ericksoniana em homenagem ao Psiquiatra americano Milton Erickson, é utilizada técnica linguística, uma forma ampliada de comunicação.
Nessa técnica moderna é possível levar ao transe apenas conversando, não há necessidade de pêndulos ou mesmo fechar os olhos, o Terapeuta utiliza apenas a conversação, técnicas de influência através da fala para dar sugestões afirmativas e benéficas ao paciente. Não é forçado a fazer o que não quer, apenas ouvirá novas formas de lidar com seu problema de uma forma mais receptiva.

Quais os Benefícios da Hipnose?

A Hipnose promove um equilíbrio entre o consciente e o inconsciente, ou seja, aquilo que pensamos (e sabemos que pensamos) e o que acontece quando estamos “no automático”.
Ajuda a lidar melhor com algumas situações e emoções como medo, ciúme e raiva, que estão relacionadas em nosso comportamento e quando percebemos, já estamos imersos nelas: toma-se uma atitude sem pensar se ela é a mais adequada à ocasião.
Com a Hipnose se consegue atingir o equilíbrio emociona tomando consciência dessas emoções para, assim, ter controle sobre elas e escolher quando usá-las quando for realmente necessário.

Beneficios da Hipnose para Saúde:

  • Mudança de hábitos nocivos
  • Vícios em geral
  • Depressão
  • Ansiedade
  • Transtorno de Deficite de Atenção e Hiperatividade (TDHA)
  • Qualidade do Sono
  • Qualidade dos Pensamentos (Pensamentos Obsessivos)
  • Alivio da Dor
  • Alivio do estresse
  • Melhora da Concentração e Foco
  • Coadjuvante no tratamento da Sindrome do Intestino Irritável
  • Pré e pós tratamentos cirúrgicos diversos
  • Melhora da Autoestima
  • Fobias e etc.
A lista é longa, a Hipnose é uma excelente ferramenta e é muito mais do vemos nos shows de mágica, ótima para ser usada nos tratamentos de saúde mais diversos e pode ser utilizada em conjunto com a Psicanálise e a Terapia de Vida Passada.