Michael de Montaigne e a Autoestima


Michel de Montaigne, seu nome completo era Michel Eyquem de Montaigne (Castelo de Montaigne, 28 de Fevereiro de 1533 — Castelo de Montaigne, 13 de Setembro de 1592) foi um jurista, político, filósofo, escritor, cético e humanista francês, considerado como o inventor do ensaio pessoal.

Em suas obras analisou as instituições, as opiniões e os costumes, debruçando-se sobre os dogmas da sua época e tomando a generalidade da humanidade como objeto de estudo, elaborou ensaios onde debruçou-se para diagnosticar as causas de nossa insegurança, além da relação que o ser humano tem com o corpo e a mente.


Para Montaigne, a origem da baixa autoestima está na tendência humana em dividir o mundo entre "normal e anormal", baseando em níveis de aceitação ou repúdio das condutas e formas que estejam dentro de parâmetros escolhidos pela sociedade em que está inserido o individuo.

Esse é um padrão criado pelo individuo, é uma idealização a qual não corresponde, é uma ilusão que o massacra e sujeita a uma culpabilização por atingir os ideais criados.

No cotidiano, somos lembrados justamente pelas características que nos diferenciam: uma cicatriz ou pinta, cor dos olhos, da pele e cabelos, uns mais baixos e outros mais altos, há os que usam óculos ou aparelhos dentários, os carecas etc.

Essa intolerância à diferença faz com sejamos refratários aos sentimentos do outro e também cria em nós mesmos sentimentos de rejeição às nossas características particulares.

O resultado final é criação de sérios transtornos em nossa autoestima e complicações psicológicas que alguns carregam por toda a vida.