Psicanálise e a Atualidade


Estamos em uma momento da história da humanidade em que há mudanças significativas, que não acontecem somente nas áreas do conhecimento e tecnologia, mas também das relações, comportamentos e valores. 

Fisiologicamente não estamos preparados para tantas mudanças em tão pouco tempo, vivemos um momento em que as mudanças estão cada vez mais rápidas e maiores, mas você queira ou não tem que lidar com elas. 

Conhecimentos novos são ultrapassados por outros e se tornam rapidamente velhos ou errôneos, com essas mudanças rápidas e bruscas, nós não temos ou dispomos pouco tempo para pensar ou refletir, ou seja, nao agimos mas reagimos, procurando por resultados e assim os meios tornam-se secundários.

Com tantas e tão bruscas mudanças, não há tempo para pensar ou refletir, o homem moderno não pode agir, o sistema o obriga a reagir. O que importa são os resultados, os meios tornaram-se secundários. São exigidas soluções rápidas e objetivas, não se importando consigo mesmo, se interiozando mais, ouvindo seus pensamentos e seu próprio corpo. 

A Psicanálise, ciência que tem mais de 100 anos, parece deslocada nessa época da 'instantaneidade' em que as pessoas procuram soluções rápidas para suas angústias, pois são os resultados mais rápidos são os mais importantes, pensam assim. Com isto o uso de psicotrópicos cresce exponencialmente numa tentativa de resolução de problemas, proporcionando a Felicidade e bem-estar, mas que em Psicanálise pode levar um bom tempo e mesmo assim não ocorrendo os resultados esperados, como repassar isso a essa sociedade que a Psicanálise pode ser uma ótima alternativa?

Quando Sigmund Freud descobriu a Psicanálise, em meados do inicio do século 20, surgia uma nova ciência que contrariava comportamentos e crenças da época. Sexualidade era um tabu, mas Freud falava abertamente, mostrando a existência de uma sexualidade infantil, máximo do tabu na época onde eram vistos como seres angelicais assexuados. Incomodou toda a sociedade, retirando do homem sua pureza e ilusão de poder sobre si, revelou a existência de um inconsciente que se encontra além de sua vontade e controle.

Freud com sua descoberta coloca o ser humano, um ser altamente produtivo e com sentimento de capacidade, frente a um vazio, o vazio da perda de si mesmo, que no afã de ter, se esquece de ser. Sempre tem que possuir o aparelho mais moderno possível, tem que estar ciente de tudo o que acontece a sua volta e no mundo, tem que estar na moda, tem que! Assim, se perde o contato consigo, aliena-se de seu existir por conta da procura de algo exterior apenas para complementar a falta ou o receio de se encontrar consigo mesmo.

Essa perda de contato interior é perigosa e desvirtuosa, torna o ser a semelhança de maquinários, não pensantes ou sem emoções, criando uma criatura que se sente onipotente que procura atingir o máximo da produtividade e eficiência, mecanicamente realiza suas tarefas e nega seus sentimentos por conta de sua competência para  alcançar o reconhecimento e assim lustrar seu ego.

A Psicanálise é importante e, até imprescindível, neste momento para este ser pós-moderno,  pode e consegue, verdadeiramente, resgatar-lhe a sua humanidade, à medida que poderá tirá-lo da ilusão onipotente de ser uma máquina eficiente e capaz de produzir e consumir ilimitadamente.

Durante essa "viagem" analítica, que ocorre na terapia, se entra em contato com nossos sentimentos e convivemos com nossa intimidade, percebemos o distanciamento dos valores que aconteceram durante tempos na nossa procura desenfreada por valores fúteis, nos levando, paulatinamente, degrau por degrau, a uma reflexão saudável de nossos valores, que leva a um sentido de retorno a si, para pensar e repensar em si e rever valores e atitudes.

O Poder do Hábito

Os hábitos são as atitudes que temos ou fazemos sem muito pensar ou mesmo sem pensar, no automático e podem ser bons ou ruins, que nos impulsionam ao crescimento como um todo ou também arruinar a nossa vida. 

Assim permitimos que nosso cérebro ganhe tempo e possa empregar sua energia em que é realmente importante para nos manter vivo em nosso organismo. Criar bons hábitos é uma atitude proporciona uma vida saudável e aqui vou citar alguns que você pode refletir sobre e colocá-las de acordo com sua vida: 

1. Dormir: há estudos citando que devemos dormir por volta de 7 a 9 horas cotidianamente dependendo da sua faixa etária, mas permita-me uma colocação, em biologia não há exatidão e então quem deve decidir é você mesmo. Há pessoas que optam pelo sono bifásico, onde se dorme por dois períodos, isto era comum cerca de 100 anos atrás, onde se costumava deitar-se por volta das 18 horas, acordar entre 21 horas ou 22 horas e voltar a dormir cerca de uma hora a duas depois e acordar entre 3 horas e 4 horas da manhã. Infelizmente a maioria das pessoas não podem recorrer a isso então verifique a quantidade de horas que te satisfaz, ou seja, que desperte com energia e sem cansaço. Sempre deve ser um sono reparador, permitindo assim um dia com a mente clara para tomada de decisões, mesmo que seja o sono monofásico de 6 ou 8 horas consecutivas.

2. Apetite ou fome: já reparou que muitas vezes há apenas a vontade de comer, mas não tem fome? Nossa geração, desde a época da industrialização mundial principalmente, nunca ouve tanta facilidade em ter alimentos, em alimentar-se com mais facilidade, nossos antigos antepassados, os homens das cavernas, gastavam cerca de 5 vezes mais energia para sobreviver que nós em vivermos. Era tanto a sobrevivência por conta dos perigos que a vida oferecia naquela época como a própria busca diária por alimentos. Antes de de comer faça uma pergunta: "estou com fome ou sede?" Verá que incrivelmente a maioria das vezes é apenas sede, então na dúvida, sentiu vontade de comer, beba um copo de água, cerca de 200 mililitros e crie esse hábito de beber água antes das principais refeições, verá o quanto auxilia na manutenção da saúde e até em eliminar peso. Surpreenda-se positivamente.

3. Solidariedade: ter atitudes como essa, servir, estar em lugares que proporcionem isso, ou mesmo apenas auxiliar um ou uma colega ou amigo e amiga, já traz benefícios. A atitude de servir traz a sensação de Felicidade e é o modo de sua melhor versão de Você às outras pessoas.

4. Premiar-se: conquistou aquela meta? Leu aquele livro ou resolveu aquela pendência? Então, premie-se! Não é necessário ter um custo alto financeiro, mas sim pessoal, pode ser, por exemplo, uma xícara de café naquela cafetería que gosta ou em casa mesmo, um sorvete gostoso, uma ida ao cinema ou mesmo aquela viagem dentro de suas possibilidade atuais, mas "congratule-se" sempre. "Eu consegui, parabéns para mim!", "Olha, estou indo bem", "Que delicia de conquista!", "Eu me amo", são frases que podem parecer banais de tão batidas que são em livros de auto-ajuda, mas que ajudam muito na atitude recuperação e manutenção da auto-estima.

5. Lembranças Afetivas: ter momentos em que se lembre de coisas especiais, aquelas que aquecem seu coração, fazem muito bem. Recuperar essas sensações preciosas e voltar a sentir liberam hormônios importantes para a manutenção da boa saúde do corpo e principalmente da mente.

6. Desafie-se: sabe aquele curso de Chinês ou Alemão, ou ainda aqueles cursos de artesanato que você sempre vê e não procura informações, então, permita-se, vá e faça isso, pelo menos uma vez ao ano, mas sinceramente, tente ir até o final, termine e se premie pela conquista.

7. Voz Interior: procure ouvir seu coração, sua voz interior, praticar a serenidade em algum momento do dia ou mesmo algumas vezes na semana é importante para ouvir o que você tem a dizer a si mesmo e tenha certeza que há coisas muito importantes para serem ouvidas e se tornarem atitudes e logo hábitos promissores.

8. Voz do Coração: Você entrou em contato com si mesmo, ouviu sua voz interior então agora coloque em prática atitudes sinceras quanto isso e que se tornem hábitos positivos no seu cotidiano. Agradeça sempre, faz bem para a saúde mental e física, melhorar o sono, contribui para a melhora da auto-estima, equilíbrio emocional entre outras coisas. Incluir também atitudes, sinceras, como pedir desculpas, dizer que ama para aquela ou aquelas pessoas especiais, enfim, ouvir seu coração e criar esse hábito para melhorar sua vida.

9. Aprender: conclua a leitura de um livro que você gosta muito, algo novo ou aquilo que te recomendaram. Aprender cada vez mais proporciona o sentimento de plenitude, pois você adquire instrumentos para seu crescimento e pode compartilhar isso aos outros ao seu redor, criando assim uma atmosfera de bom relacionamento interpessoal.

10. Fomentar Amizades: sabe aquele amigo que vocês não se falam a algum tempo? Então, ligue e diga que o tanto que se lembra dela ou simplesmente pergunte como ela está. Isto proporciona tanto quanto a pessoa que liga quanto a quem recebe a sensação de amor, de ser querido, enchendo de cumplicidade e amor a relação. É uma sensação boa e traz Felicidade.

11. Livros: sabe aqueles livros que apenas estão juntando poeira na prateleira? Doe a uma biblioteca ou a alguém que você saiba que vai curtir muito esse ou esses livros. Faça isso também com as coisas que já cumpriram seu papel, compartilhe, aquela camisa ou blusa que não usa mais, sapatos, móveis enfim aquilo que para Você não tem mais uso, mas que pode ainda ter uma vida útil. Agradeça que você pode fazer isso e agradeça ao objeto que lhe foi útil e imagine que este possa proporcionar as alegrias e utilidade que lhe proporcionou antes.

12. Férias: tire um tempo sabático as vezes, quando puder e o tempo que você quiser. Programe-se e faça isso em suas férias ao menos uma vez ao ano. Reflita, observe seus pensamentos, crenças, medos e hábitos nesse período e o que pode transformar. Descanse também se desligando completamente, fazendo aquela viagem que sempre desejou. Lembre-se que se você, você consegue.

13. Limpe as Gavetas: faça uma limpeza em sua vida, jogue fora as coisas que estão velhas e não podem mais ser usadas e que não servem nem para doação, mas deixe para reciclagem. Limpe sua vida de coisas velhas que você amontoou durante tempos e troque por "nada", coisa nenhuma! Não procure opções, mas sim simplicidade.

14. Crer em Si: acredite em tudo o que fizer em sua vida ou no que você deseja. Muitas vezes ouvirá que não pode fazer algo, mas lembre-se, quem tem o poder de realizar é você. Se Você é capaz de sonhar ou visualizar é porque é capaz de realizar e viver determinada coisa, senão seu coração não deixaria que visualizasse seus sonhos.

15. Desafios: faça desafios semanais e brinque com isso, experimente. Coloque-se em situações que não costuma fazer. O lúdico ensina muito e causa muitas boas experiências, por exemplo, todos os dias durante uma semana, ao levantar-se coloque aquela musica que você goste, todos os dias mude-a, ou veja o por-do-Sol durante alguns dias consecutivos, assim terá uma vida autêntica e repleta de energia.

16. Otimismo: não quero que deixe de ser realista, ver apenas o lado positivo da vida, mas entenda que se puder levantar todos os dias, aprenda a identificar as razões pelas quais as coisas acontecem é algo que mudará a forma como você vê a vida. Nunca se lamente da vida ou seja ácido ou critico, crie uma atmosfera positiva, veja a vida de modo mais bonito, você será associado a uma pessoa atraente.

17. Solidão: dê escapadelas de solidão. Às vezes ficar consigo mesmo, escutando a si,  passear sozinho,  seja seu melhor amigo. Essa atitude ajuda libertar de emoções negativas de seu cotidiano, proporcionando a você sentir e refletir sobre as mais diversas emoções e sensações que possui, educando assim você discernir quais hábitos que podem ajudar a desenvolver. Permita-se passear sozinho, ir ao cinema ou aquele lugar que possa ficar quieto e refletindo sobre você.

18. Ser Único: saiba que você é único, diferente e tem o poder de se melhorar. As dúvidas sempre aparecem questionando se você é capaz ou é melhor em determinada coisa, saiba que sim, somente você sabe que pode alcançar o que deseja, sempre com amor incondicional a si mesmo.

19. Escutar: temos dois ouvidos, dois olhos e uma boca... Pois é, muitos de nós gostamos de falar, você é assim? Então, tente parar um pouco e escute mais as pessoas ao seu redor, pergunte sempre que puder, pois você não sabe de tudo e não deve se acanhar por ser assim, pelo contrário, o verdadeiro sábio é ávido por aprender constantemente, a vida é assim é um aprendizado constante. Observar outras perspectivas, ter o poder de assumir perspectivas diferentes é um poder de desenvolvimento para um crescimento amplo e continuo.

20. Investir seu Tempo: você emprega seu tempo no que é verdadeiramente importante? Geralmente não, muitas vezes perdemos tempo em coisas fúteis, redes sociais na Internet que não nos acrescenta nada e mesmo assim cremos que estamos em constante desenvolvimento, mas infelizmente está gastando e não investindo seu tempo, ficando estagnado, causando mal-estar e aquela sensação de não vai dar certo. Investir em coisas que acrescentem, nas experiências que trazem algum valor em alguma questão da vida. Interagir pessoalmente com pessoas diferentes de nós, de diferentes profissões e perspectivas, ideias e posicionamentos, ler e viajar, irá expandir seu entendimento e assim melhorar sua estrutura psíquica, sem limitações mesquinhas. Além de investir seu tempo aprendendo coisas novas, dialogando com pessoas que tem posições diferentes e dialogando consigo mesmo que você pode mudar suas perspectivas sempre que necessário, você pode criar uma lista de metas, de seus desejos e traçar metas que você possa cumprir em seis meses ou um ano, crie situações que realmente possa cumprir nesse tempo e sempre veja essa lista inspirando-se para que possa cumpri-las.

A lista que dediquei aqui é um pouco longa, mas foi feita com esmero e dedicação para que possa te inspirar a crescer em todos o sentidos de sua vida. São atitudes que podem ser transformados em hábitos saudáveis e divertidos, levando você a uma vida mais feliz e prazerosa. Seriedade não é ser sisudo, não, mas ter leveza e encarar as dificuldades como um incentivo ao seu crescimento, como mais um tijolo para o alicerce de suas conquistas e seu sucesso. 

Mas caso desejar mergulhar em si com a dedicação e a ajuda profissional, estarei sempre à disposição, meu contatos estão aqui, a Psicanálise em conjunto com Hipnose e outras ferramentas podem fazer muito para que essa viagem interior seja repleta de sensações boas, aprendizados constantes, planejamentos e "re-planejamentos".

Seja Feliz, você merece!

Michael de Montaigne e a Autoestima


Michel de Montaigne, seu nome completo era Michel Eyquem de Montaigne (Castelo de Montaigne, 28 de Fevereiro de 1533 — Castelo de Montaigne, 13 de Setembro de 1592) foi um jurista, político, filósofo, escritor, cético e humanista francês, considerado como o inventor do ensaio pessoal.

Em suas obras analisou as instituições, as opiniões e os costumes, debruçando-se sobre os dogmas da sua época e tomando a generalidade da humanidade como objeto de estudo, elaborou ensaios onde debruçou-se para diagnosticar as causas de nossa insegurança, além da relação que o ser humano tem com o corpo e a mente.


Para Montaigne, a origem da baixa autoestima está na tendência humana em dividir o mundo entre "normal e anormal", baseando em níveis de aceitação ou repúdio das condutas e formas que estejam dentro de parâmetros escolhidos pela sociedade em que está inserido o individuo.

Esse é um padrão criado pelo individuo, é uma idealização a qual não corresponde, é uma ilusão que o massacra e sujeita a uma culpabilização por atingir os ideais criados.

No cotidiano, somos lembrados justamente pelas características que nos diferenciam: uma cicatriz ou pinta, cor dos olhos, da pele e cabelos, uns mais baixos e outros mais altos, há os que usam óculos ou aparelhos dentários, os carecas etc.

Essa intolerância à diferença faz com sejamos refratários aos sentimentos do outro e também cria em nós mesmos sentimentos de rejeição às nossas características particulares.

O resultado final é criação de sérios transtornos em nossa autoestima e complicações psicológicas que alguns carregam por toda a vida.

Os Exercicios Podem Criar Novos Neuronios


Sabe aquelas palavras cruzadas, o ato de memorizar números de documentos ou telefones? Então, além disso tudo calçar os tênis traz um imenso benefício ao seu cérebro.

Corpo São, Mente Sã!

Há estudos recentes que afirmam que nosso cérebo pode criar novos neurônios mesmo depois de adultos.

Anteriormente a ciência acreditava que nascíamos com uma certa quantidade de neurônios, uma espécie de "banco de neurônios" e que este ia diminuindo com  o passar da idade e que nosso cérebro era incapaz de aumentar sua quantidade.

Mas pelas últimas descobertas da neurociência isso é coisa do passado, nosso cérebro é plástico, ou seja, tem plasticidade, capacidade de criar e recriar conexões diferentes e inclusive em áreas como o Hipocampo, assim é possível fazer que novos neurônios nasçam inclusive.

O Hipocampo, área do encéfalo, cérebro, possui a forma de cavalo-marinho e é um dos responsáveis pela nossa memória e a capacidade espacial. Pesquisas sobre o Hipocampo se iniciaram com roedores: imagens diversas foram mostradas aos ratos, com a finalidade que eles teriam que distingui-las, quando aprenderam isso depois da prática, observou-se que novos neurônios haviam sido gerados em seus hipocampos e constataram também que se o animal parasse de treinar, os neurônios jovens desapareciam. Mas quando retomava o exercício, voltavam a aparecer.

Assim podemos observar que a prática repetida ajuda a desenvolver novos neurônios em nosso hipocampo. Mas se tivéssemos que decidir qual atividade realmente nos permite manter nosso cérebro jovem, aí a resposta é: esporte!

Pois é o melhor presente que podemos nos dar além de ser o melhor remédio antienvelhecimento para nosso cérebro, conclui o Professor Terry Sejnowski, do The Salk Institute forBiological Studies.

Praticar Esportes Estimula o Cérebro

É sabido que a prática de esportes é um meio de cuidar do nosso corpo e assim reduzir o estresse, pois provocamos a fabricação de hormônios como dopamina, serotonina e noradrenalina.

Mas há pesquisas recentes que apontam que o exercício também melhora a secreção do fator neurotrófico cerebral (influenciando positivamente na memória e em um estado de ânimo mais positivo) e permitindo que novo neurônios nasçam em no hipocampo.

Mas estávamos errados, educar crianças e adultos nos esportes não ajuda apenas o nosso corpo a estar melhor e mais saudável como também de gerar novos neurônios. E como o Professor Sejnowski resume: “a recreação e a academia são as partes mais importantes do currículo.”

Agora sabemos que o nosso cérebro é capaz de gerar novos neurônios com a prática de esportes, então o que precisamos fazer para que isso aconteça? A resposta é a assuidade, especialistas sugerem que é necessário praticar esportes em média três vezes semanais, com duração de 30 minutos no mínimo.

Agora reflita sobre sua relação com o esporte, como está? Se não é algo que faz com constância, vale a pena lembrar os ganhos físicos atingidos com a praticas esportivas bem como os ganhos neuronais, vale a pena calçar seus tênis e praticar exercicios, pois seu hipocampo agradecerá e muito.